×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

23 lugares para conhecer em São Paulo neste fim de semana

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | Brasil

lugares para conhecer em são paulo

São Paulo tem de tudo um pouco, de cultura a gastronomia, passando por parques e lugares (quase) secretos. E existem lugares – sejam eles clichês ou não – quase que obrigatórios. durante a sua visita pela capital paulista (ou aos paulistanos que querem turistar pela própria cidade). Com certeza, nessa lista, você vai encontrar algo para repetir várias vezes. Confira as nossas ideias com alguns lugares para conhecer em São Paulo. 😍😁

Avenida Paulista e os seus espaços culturais

A Avenida Paulista é um dos pontos turísticos queridinhos da capital. Em tempos de quarentena, sentimos falta dos domingos e feriados, em que a avenida se torna um verdadeiro “parque” em meio aos prédios. Enquanto os carros não podem passar, a população ocupa os seus espaços.

Além de ela própria ser um dos pontos mais conhecidos da cidade, a avenida mais famosa da cidade oferece muitas opções de passeios para todos os gostos e bolsos.

paulista fechada
@Heloisa Ballarini/Secom

Museus pouco conhecidos

São Paulo é uma cidade que exala conhecimento por todos os cantos. Por aqui, a quantidade de lugares dedicados à cultura é tão grande que corremos o risco de não conhecer grande parte deles. Com isso em mente, listamos oito museus e centros culturais superlegais e não tão conhecidos do grande público.

museus pouco conhecidos de São Paulo
Foto: Marcelo Monzani Netto/Wikipedia

O prédio mais icônico de São Paulo

O edifício Altino Arantes, mais conhecido como Banespão (ou desde 2018, como Farol Santander), é um dos símbolos mais famosos de São Paulo. Inaugurado em 1947, quando foi escolhido para sediar o Banco do Estado de São Paulo, se tornou omnipresente na capital. Não há quem não lembre desse prédio quando se fala em São Paulo.

Onde: Rua João Brícola, 24 – Centro

visita virtual banespão farol santander
@treccogiulia

Vila ItororóNo coração da cidade, entre os bairros da Liberdade e a Bela Vista, a Vila Itororó foi erguida. O conjunto arquitetônico foi idealizado por Francisco de Castro em 1922, com mais de dez edificações construídas ao longo do século XX para fins residenciais e de lazer.  O terreno, localizado no número 265 da Rua Martiniano de Carvalho, é composto por um palacete e 37 casas.

A Vila leva este nome por causa do Riacho do Itororó que, hoje canalizado, percorre seu curso abaixo da Avenida 23 de Maio. Na época, a água do rio servia para abastecer a piscina da vila, considerada a primeira piscina privada da cidade.

Onde: Rua Maestro Cardim, 60 – Bela Vista

centro cultural vila itororó
Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

Zoológico de São Paulo

O Zoológico de São Paulo foi inaugurado em 1958, pelo então governador Jânio Quadros. Localizado na Zona Sul da cidade, é o maior jardim zoológico do Brasil. Além disso, conta com 824 529 metros quadrados de Mata Atlântica original, sendo um importante local na preservação da fauna e flora nativa de São Paulo.

São mais de três mil e duzentos animais que populam o zoológico, sendo cento e duas espécies de mamíferos, duzentos e dezesseis espécies de aves, noventa e cinco espécies de répteis, quinze espécies de anfíbios e dezesseis espécies de invertebrados que, quando em recinto, reproduzem os habitats naturais desses animais.

Onde: Avenida Miguel Stéfano, 4241 – Vila Santo Estefano

zoologico sao paulo aberto
Pixabay

Aquário de São Paulo

Muito se engana quem pensa que um aquário é só um local para observação de peixes. O Aquário de São Paulo oferece aos visitantes muito mais do que isso. Além dos animais marinhos, o espaço abriga ursos polares, pinguins e até cangurus. Por lá, as crianças aprendem e se divertem nesse local cheio de aprendizado e ao mesmo tempo lúdico. E não só eles. Esse é um passeio que garante a diversão da família toda.

Onde: Rua Huet Bacelar, 407 – Ipiranga

aquário de são paulo
Foto: W W/Pexels

Jardim Botânico de São Paulo

O Jardim Botânico de São Paulo, com 360 mil metros quadrados destinados a visitação, oferece um passeio espetacular ao paulistano. Diversas paisagens proporcionam a oportunidade de observar e contemplar a natureza em meio à cidade. Lá, o visitante tem a oportunidade de desfrutar do espaço, além de conhecer espécies de plantas de São Paulo, do país e do mundo.

Onde: Avenida Miguel Stéfano, 3687

Jardim Botânico SP
Caio Pimenta/SPTuris

Parque Marisa

 local funciona em Itaquera desde 1987. E de lá para cá, conquista moradores não só da Zona Leste, que vão até o parque em busca de entretenimento e lazer.

Com atrações para toda a família, o parque possui 20 brinquedos. Sendo que os mais procurados pelas crianças são o jumbinho, mini- autopista, comboio de caminhões e o charmoso fusquinha. Além disso, há o tradicional carrossel que encanta crianças e adultos.

Onde: Rua Doutor Áureliano Barreiros, 183 – Itaquera

Parque Marisa parque de diversão itaquera
Foto: Divulgação/Parque Marisa

Trilha da Pedra Grande

Parece difícil acreditar que em meio à selva de pedra que é São Paulo seja possível entrar em contato com a natureza. Na zona norte da capital, no Parque Estadual da Cantareira, você pode fazer um passeio incrível para deixar a loucura do dia a dia para trás. Aberto ao público em 1989, o parque é uma das maiores florestas urbanas nativas do mundo.

Uma das trilhas mais feitas pelo público é a da Pedra Grande, que garante uma vista panorâmica da cidade. O acesso até ao mirante, acontece a partir do Núcleo da Pedra Grande.

Onde: Rua do Horto, 1799

Pedra Grande
@treccogiulia

Mercado Municipal

Visita obrigatória para quem visita SP, o oficialmente chamado Mercado Municipal Paulistano, conhecido por muitos apenas como Mercadão é um dos pontos turísticos mais tradicionais da cidade.

No Mercadão de SP, como é carinhosamente conhecido pelos seus frequentadores, é possível encontrar de verduras, legumes e frutas fresquinhas, passando por carnes, aves, peixes e frutos do mar, a massas, doces, especiarias e produtos importados de primeira linha.

Onde: Rua Cantareira, 306 – Centro Histórico de São Paulo

Mercado Municipal frutas
Imagens USP

Rua 25 de Março

A rua 25 de Março localiza-se na região central da cidade de São Paulo, e é considerada como o maior centro comercial da América Latina. Lá, fica um dos mais movimentados centros de compras varejistas e atacadistas da cidade, pelas calçadas espalham-se vendedores ambulantes e lojas de todos os tipos.

Sua origem está ligada a importantes processos de colonização e urbanização da capital paulistana, sendo uma importante região para a história da cidade devido às suas atividades comerciais e sociais.

nome rua 25 de março
Go Hurb

Parque Augusta

Totalmente acessível, a área conta com caminhos para passeios, playground inclusivo, cachorródromo, equipamentos de ginástica e uma academia de terceira idade. Sanitários públicos, arquibancada e deck elevado também integram o  conjunto, que ainda tem áreas de manejo e compostagem, assim como uma estrutura de serviços e apoio para a administração.

A entrada é gratuita e deve ser feita pelo número 200 da Rua Augusta e a estação de Metrô mais próxima é a Higienópolis-Mackenzie, da Linha 4-Amarela.

Onde: Rua Augusta, 200 – Consolação

Parque augusta
Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

Parque da Juventude

Quem visita o Parque da Juventude, na zona norte de São Paulo, pode até se esquecer que naquele espaço um dia existiu um dos maiores complexos penitenciários do país, o Carandiru.

Construído no lugar da antiga Casa de Detenção de São Paulo, popularmente conhecida como Carandiru, o parque foi inaugurado em 2003. E é a prova de que é possível ressignificar lugares marcados por violência. Hoje, é um dos locais mais frequentados da zona norte da capital. Conta com um complexo esportivo, cultural e recreativo de 240 mil m².

Onde: Avenida Cruzeiro do Sul, 2630 – Carandiru

@Nelson Kon/galeriadaarquitetura

Parque Villa-Lobos

Inaugurado em 1994, o Parque Estadual Villa-Lobos é um parque público, localizado em Alto de Pinheiros, às margens do rio Pinheiros.

O Parque Villa-Lobos abrange uma área de 732 mil m² e possui ciclovia, quadras, campos de futebol, playground. Além de um bosque com espécies de Mata Atlântica. A área de lazer inclui aparelhos para ginástica, pista de cooper, de patins e skate, tabelas de street basketball, anfiteatro aberto com 750 lugares e área aberta para shows

Onde: Avenida Prof. Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros

Parque-Villa-Lobos
Jose Cordeiro/SPTuris

Horto Florestal

Fundado em setembro de 1896, o Parque Estadual Alberto Löfgren é mais um lugar que todo paulistano deveria conhecer. Também conhecido como Horto Florestal, o local possui área maior que a do Ibirapuera, com 1,8 milhão de metros quadrados. Além disso, dispõe de biodiversidade ímpar, museu, trilhas e áreas para lazer e práticas esportivas.

Onde: Rua do Horto, 931 – Horto Florestal

horto florestal alberto lofgren
Foto: Ricardo Castro Santos/Flickr

Parque do Carmo

Com mais de 1,5 milhão de metros quadrados, o Parque do Carmo é destino frequente de moradores da zona leste. Localizado no bairro de Itaquera, é o segundo maior parque urbano de São Paulo, perdendo apenas para o Parque Estadual da Cantareira.

O Parque do Carmo é, acima de tudo, um ótimo lugar para se divertir, tanto para crianças quanto para os mais velhos. Afinal, está esperando o que para fazer uma visitinha?

Onde: Avenida Afonso de Sampaio e Sousa, 951 – Itaquera

Parque do Carmo
Foto: william miranda andrade/Flickr

Parque Ibirapuera

A famosa “praia” dos paulistanos, o Ibirapuera é o mais importante parque urbano da cidade. Seus três lagos artificiais são interligados e ocupam 1,6 milhão de metros quadrados. E, além disso, possui uma série de opções de lazer e esportes para toda a família. São ciclovias, 13 quadras iluminadas, pistas de corrida, ginásio.

Não fosse o bastante para um parque, o Parque Ibirapuera se destaca por oferecer também opções culturais em seu complexo. Entre os mais famosos, estão os prédios da Bienal, o Museu Afro Brasil, a Oca, o Museu de Arte Moderna, o Auditório e outros.

Onde: Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n (portões 2, 3 e 10);
Avenida IV Centenário – portões 6 e 7A;
Avenida República do Líbano – portão 7

Ibirapuera
Agência Brasil

Estádios da cidade

(Quase) todo brasileiro é apaixonado por futebol. Não tem como não vibrar quando, por exemplo, a seleção brasileira coloca os pés em campo. A gente até sabe que nem é todo mundo que curte o esporte, mas não dá para negar que a nação é símbolo de bola no pé.

E como São Paulo é a sede de três grandes times nacionais, é a cidade perfeita para os torcedores fieis curtirem passeios relacionados ao futebol. Por isso, preparamos uma lista com os 6 estádios mais conhecidos da cidade. Veja a lista toda aqui.

estádios na cidade de são paulo
Foto: Bence Balla-Schottner/Unsplash

Galeria do Rock

A Galeria do Rock é um ícone de São Paulo e é uma parte importante da vida da juventude paulistana que vive ou já viveu uma fase roqueira. O prédio, inaugurado na Rua Vinte e Quatro de Maio em 1963, era um centro comercial como muitos outros. Sua intenção no início não era se tornar um espaço voltado apenas para o estilo musical.

galeria do rock sp
@Carol Munhoz/Flickr

Solo Sagrado de Guarapiranga

Pertencente à Igreja Messiânica Mundial, este é um dos maiores espaços para meditação no Brasil. O lugar é descrito como um “protótipo do paraíso terrestre” e é formado por santuários, cachoeiras e quedas d’água. Ideal para renovar as energias.

Onde: Avenida Professor Hermann Von Ihering, 6567 – Jardim Casa Grande

Solo Sagrado de Guarapiranga 1
Divulgação/Solo Sagrado

Cachoeiras dentro de São Paulo

Com o calor do verão muitos paulistanos têm buscado opções de lazer a céu aberto e em ambientes em que o distanciamento social aconteça. Nada melhor do que ir para o meio da natureza e o melhor, sem ter que sair da capital.

Confira a nossa lista de cachoeiras que ficam dentro da cidade aqui.

cachoeira em sp
Poswiecie

Passagem Literária da Consolação

A Passagem Literária da Consolação é daqueles lugares que passamos em frente várias vezes e na correria do dia a dia, podemos não perceber muito bem do que se trata.  Inaugurado na década de 1970, desde 2005 o local é gerido pela Associação Via Libris, entidade de livreiros que atuavam na Rua Augusta. Desde então, o espaço ganhou novos ares e uma programação cultural.

Onde: Rua da Consolação x Avenida Paulista – Consolação

lugares subterraneo são paulo
@Wikipedia

Ver o mar sem sair da capital

O Parque Estadual da Serra do Mar é mais uma dessas surpresas que a região do bairro de Engenheiro Marsilac (a cerca de 70km do centro) reserva aos visitantes. O parque é o maior do Estado de São Paulo e conta com mais de 332 mil hectares, abrange 25 municípios e é dividido em dez núcleos. Na capital paulista, está localizado o Núcleo Curucutu. Além de toda a riqueza ambiental, uma das principais atrações do parque é a trilha que leva até o único trecho da cidade de São Paulo que está ao nível do mar, e de onde é possível avistar algumas cidades do litoral sul.

Onde: Rua da Bela Vista, 7090 – Embura do Alto

ver o mar em são paulo
Foto: Divulgação/Parque Estadual Serra do Mar
Guias Secretos O Que Fazer