×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Gastronomia O Que Fazer

8 pratos típicos da cidade de São Paulo

By Giulia Trecco

8 pratos típicos da cidade de São Paulo

A cidade é uma mistura de povos e culturas, mas há pratos que se tornaram símbolos da capital paulista.

São Paulo tem como base da sua gastronomia a riqueza cultural da cidade. Por aqui, encontramos pratos que nos remetem ao período dos bandeirantes, às raízes indígenas, aos imigrantes italianos e muito mais. Os pratos típicos de São Paulo nos lembram que somos resultado dos que decidiram chamar a cidade de lar.

Nós já mostramos quais os pratos para cada dia da semana em São Paulo nos PFs. Agora, trouxemos alguns pratos típicos do paulistano. Confira!

Virado à paulista

Às segundas, faça chuva ou faça sol, serve-se o famoso Virado à Paulista nos PFs da cidade. Um prato que teve origem nas expedições dos bandeirantes e faz parte da cultura paulista até hoje, sendo o mais conhecido entre os pratos típicos de São Paulo. E não há nada melhor do que começar a semana com o arroz, tutu de feijão, bisteca, ovo frito, torresmo e banana frita, não é?

Bauru

Bauru original, inventado na famosa padaria do Largo do Paiçandu Ponto Chic é a versão mais famosa do sanduíche. Fatias finas de rosbife, pepino em conserva, tomate, queijo suíço e estepe fundidos e derretidos, colocados dentro do pão francês sem miolo. Quem já provou sabe do que se trata essa explosão de sabor. Segundo a própria lanchonete, a criação foi de um antigo cliente bauruense, daí o nome.

Sanduíche de mortadela do Mercadão

Pode parecer comida para turista ver, mas a fama não é à toa. O sanduíche, que símbolo do Mercado Municipal de São Paulo, tem mais 200 gramas de mortadela fatiada e existe desde a inauguração do espaço. Hoje, quase todos os boxes oferecem o prato e inovam nos acompanhamentos. Apesar das filas aos fins de semana, vale a pena experimentar.

Pastel de feira 

Tirar um dia da semana para almoçar pastel é uma tradição antiga na cidade. Antigamente, eram as nossas avós que comiam no fim da feira da semana. Hoje, trabalhadores tiram a hora do almoço para comer os famosos pastéis, que já não são mais apenas de queijo, pizza e carne, mas sim de uma infinidade de combinações.

Coxinha com catupiry

O clássico queridinho das festas de aniversário, “almoço” às pressas, lanche da tarde ou só por gula mesmo. A coxinha com recheio de catupiry é quase um patrimônio da cidade e pode ser encontrada nos mais variados estabelecimentos. Desde o famoso FrangÓ, na freguesia do Ó, até qualquer padaria ou bar do centro da cidade.

Publicidade

Sanduíche de pernil do Estadão

Seja durante o dia, noite ou madrugada, a lanchonete do Estadão – que leva esse nome por ficar ao lado do antigo prédio do jornal – está sempre aberta e lotada. Ir ao centro da cidade e não provar o famoso sanduíche de pernil do lugar é como não ir ao centro de verdade. Vale a pena a visita, principalmente, depois de aproveitar as festas da Rua Augusta e região.

Pizza

Fim de semana sem pizza em casa nem pode ser considerado um fim de semana de um paulistano de verdade. Seja pelo hábito, ou pela preguiça de cozinhar algo, pelo menos um dos dias pede uma pizza (de calabresa com cebola ou portuguesa, de preferência) para a família.

Beirute

Há uma lenda em São Paulo que diz que o Beirute foi criado pelos irmãos sírios Jorge e Fauze Farah. O nome do prato foi dado em  homenagem ao cliente libanês que sempre pedia esse sanduíche. Seja qual for o recheio, o pão árabe é quem faz as honras. A maioria dos restaurantes e lanchonetes oferece o prato em dois tamanhos, já que o original é mesmo grande!

Veja também: 7 sanduíches mais famosos de São Paulo

Foto de capa: Andrea Piacquadio