×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Dia Mundial dos Rios: os 4 principais cursos de água em São Paulo

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | São Paulo Secreto

rios de são paulo dia mundial dos rios

Nossa cidade possui mais de 200 rios em seu território.

Você sabia que, em São Paulo, ninguém está a mais de 300 metros de distância de um curso de água? Não é para menos: a cidade possui mais de 200 rios, ribeirões e riachos.

+ A relação de São Paulo com os seus rios

No último domingo de setembro comemora-se o Dia Mundial dos Rios, por isso, o São Paulo Secreto elencou alguns dos principais rios que cortam a capital paulista para você entender a importância de cada um deles.

Rio Tietê

Com 1.136 km de extensão e média de sete metros de profundidade, o rio Tietê nasce em Salesópolis e desagua no rio Paraná. Até 1940, servia para refrescar banhistas e recebia competições náuticas. Com o tempo, infelizmente, acabou se transformando em um esgoto a céu aberto.

Rio Tamanduateí

Com nascente em Mauá, o Tamanduateí corta São Paulo, Santo André e São Caetano do Sul. Margeado pela Avenida do Estado, possui 35 km de extensão. Seu tamanho, no entanto, era ainda maior: boa parte do rio (incluindo a parte que ficava ao lado da rua 25 de Março) acabou aterrada por conta da urbanização.

Publicidade

Rio Pinheiros

Um dos principais rios da cidade, o Pinheiros recebeu esse nome dos jesuítas por causa da grande concentração de pinheiros-do-brasil na região. Tem extensão de 25 km e corre ao lado da via expressa Professor Simão Faiguenboim, a famosa Marginal Pinheiros.

Também bastante sujo, passa hoje por intenso processo de despoluição, uma das propostas de campanha do governador João Doria.

Rio Aricanduva

Afluente do Tietê, o rio Aricanduva nasce no pico do Cruzeiro, local com 998 metros de altitude, no extremo leste de São Paulo. Em épocas de chuva, é comum provocar alagamentos nos bairros pelos quais passa.

Bem-estar & Natureza