×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Bem-estar & Natureza Guias Secretos

Cinco planetários em São Paulo (ou quase) para você observar as estrelas

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | São Paulo Secreto

planetários em são paulo

Além da capital, há opções para visitar em cidades do interior como Campinas e Brotas.

Quem nunca se pegou admirando algum detalhe do céu? Seja o aspecto azul dele, as fases da lua ou constelações, todo mundo já parou um pouquinho para tentar desvendar a imensidão do universo. Se você curte astronomia ou está a procura de um programa diferente, que tal uma visita a um planetário?

+ Cidade Universitária: o descampado que virou o maior polo de conhecimento de SP

Separamos dois endereços dentro da cidade e três em outros municípios, que com certeza justificam a viagem.

Planetário do Carmo

Localizado dentro do Parque do Carmo, este é o planetário mais moderno da América do Sul. Com tecnologia de ponta, consegue projetar mais de nove mil estrelas, os planetas do sistema solar, galáxias e outros tantos objetos gastronômicos.

Onde: Rua John Speers, 137 – Itaquera

Planetário do Ibirapuera

Em funcionamento desde 1957, o Planetário Aristóteles Orsini foi o primeiro do tipo a ser inaugurado no Brasil. Há uma biblioteca especializada em astronomia e vários objetos dispostos em um pequeno museu.

Onde: Avenida Pedro Álvares Cabral, sem número – Vila Mariana

Vale pegar a estrada:

Centro de Estudos do Universo (CEU)

Em Brotas, o Centro de Estudos do Universo conta com cúpula para observação do céu e um planetário digital.

Publicidade

Onde: Rua Emílio Dalla Déa Filho, sem número – Brotas

Polo Astronômico

O maior telescópio do estado de São Paulo está em Amparo, a 138 km da capital. No chamado Polo Astronômico, além do aparelho gigante, os visitantes ainda podem aproveitar o planetário do complexo.

Onde: Rodovia Benevuto Moretto, km 29 – Amparo

Museu Aberto de Astronomia

Localizado no Parque Pico das Cabras, em Campinas, o Museu Aberto de Astronomia fica a mil metros de altitude. Por isso, é o lugar perfeito para observar o pôr do sol e ainda aproveitar o planetário que tem por lá.

Onde: Distrito de Joaquim Egídio – Campinas

+ 53 rolês de graça (ou quase) para fazer em São Paulo