×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Guias Secretos

Pacaembu: o estádio propositalmente grandioso

By Giulia Trecco

estádio do Pacaembu

Atualmente em processo de modernização, estádio foi construído na Era Vargas para mostrar a grandeza e a força do Brasil.

Um dos xodós de São Paulo é o Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido como Pacaembu. Construído na década de 1930, em plena Era Vargas, o complexo surgiu como representação da força do Brasil. Continue no texto e descubra mais sobre o importante estádio.

+ 16 passeios na Zona Oeste que você precisa fazer

Construção, inauguração e primeiro torneio

A construção do estádio começou em 1936. Na época, a Prefeitura de São Paulo conduzia o projeto como forma de se alinhar à iniciativa de apoio aos esportes do presidente Getúlio Vargas. O objetivo do governo federal era investir em diversas modalidades para, no futuro, poder usá-las como vitrine para o país.

Em 1937, com o início do Estado Novo, a obra precisou sofrer mudanças para se adequar aos novos pilares governamentais, que incluíam o nacionalismo e a demonstração de força e grandeza. Para tanto, o estádio teve sua estrutura inicial ampliada e recebeu colunas parecidas com as do Estádio Olímpico de Berlim.

A inauguração ocorreu três anos depois, em 1940. Cerca de 50 mil pessoas estiveram nas arquibancadas do, na época, maior e mais moderno estádio da América do Sul.

Para oficializar a estreia, foi criado o Torneio Cidade de São Paulo, disputado por Corinthians, Coritiba, Atlético Mineiro e Palestra Itália (atual Sociedade Esportiva Palmeiras).

Com jogos eliminatórios, o Verdão superou o clube alvinegro e se tornou o primeiro clube a ser campeão nos gramados do Pacaembu.

Copa no Pacaembu

Em 1954, o Pacaembu foi repaginado para receber alguns dos jogos da Copa do Mundo daquele ano. No total, o estádio recebeu seis partidas do evento. Foram elas Suécia x Itália (3-2, fase inicial), Brasil x Suíça (2-2, fase inicial), Itália x Paraguai (2-0, fase inicial), Uruguai x Espanha (2-2, fase final), Uruguai x Suécia (3-2, fase final) e Suécia x Espanha (3-1, fase final).

Publicidade

Mudança de nome

Popularmente conhecida como Pacaembu, a arena passou a se chamar Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho em 1961. A mudança foi pensada como forma de homenagear o chefe da delegação brasileira que trouxe ao país o primeiro título mundial de futebol, em 1958.

Recorde de público

A partida que mais levou gente até o Pacaembu foi entre Palmeiras e Santos, em dezembro de 1977, pelo Campeonato Brasileiro. Ao todo, 73.535 pessoas estiveram presentes no evento.

Museu do Futebol

Inaugurado em 2008, o Museu do Futebol ocupa parte do estádio com vários itens sobre a história do futebol, incluindo camisas históricas, registros de gols e narrações. Além disso, há diversas atividades e oficinas para entreter os amantes do “esporte das multidões”.

Processo de modernização

O Pacaembu passa atualmente por processo de modernização iniciado no final de junho. Por enquanto, sabe-se que uma das mudanças será a demolição do Tobogã, uma estrutura de arquibancadas localizada atrás de um dos gols.

Por enquanto, a previsão é de que as obras sejam concluídas em outubro de 2023.

Onde: Praça Charles Miller – Pacaembu

+ 53 rolês de graça (ou quase) para fazer em São Paulo