×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Edifício Itália: símbolo da ascensão italiana em São Paulo

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | Brasil

edifício Itália

Prédio é o segundo mais alto da cidade.

Bairros próximos ao centro de São Paulo são um verdadeiro deleite visual para quem admira grandes estruturas verticalizadas. Na República, por exemplo, além do Copan e do antigo Hotel Hilton, salta à vista o Edifício Itália. Segundo maior prédio da capital (perdendo apenas para o Mirante do Vale), simboliza a representatividade da colônia italiana na história da cidade.

 + Terraço Itália: tradição e uma das vistas mais incríveis de SP

Histórico

Para entender a construção do imponente prédio, é necessário uma situada no tempo. À época, São Paulo havia se consolidado como a maior cidade do país após um intenso período de desenvolvimento industrial e urbano. Por conta disso, alguns grandes projetos arquitetônicos, como o Copan (1951) e o complexo do Parque do Ibirapuera (1954), começaram a ser consolidados.

A colônia italiana presente na cidade, liderada pela associação conhecida como Circolo Italiano, passou a idealizar um edifício que servisse como sede para si. Uma vez erguido, o prédio representaria a ascensão social dos imigrantes da Itália, que chegaram ao país para basicamente servirem como operários.

Assim, em 1953, a construtora Otto Meinberg lançou um concurso para escolher o arquiteto que seria responsável pelo projeto. O vencedor foi o alemão Franz Heep, que desbancou até mesmo o favoritíssimo Gio Ponti, nascido na Itália.

As construções começaram no início da década de 1960, no terreno onde até então ficava a antiga sede do Circolo Italiano. Entregue em 1965, o Edifício Itália se tornou um dos maiores arranha-céus da América Latina, com 151 metros de altura.

A estrutura ainda conta com 19 elevadores e 46 pavimentos em mais de 50 mil metros quadrados de área construída. Na fachada estão dispostas quatro mil janelas, que totalizam seis mil metros quadrados de vidro.

Publicidade

Curiosidades sobre o Edifício Itália

– Durante as obras, foram utilizados 150 mil sacos de cimento, 14 mil metros cúbicos de concreto e 2,5 milhões de tijolos;

– Seu nome oficial é Circolo Italiano (assim como a associação), mas a nomenclatura que pegou mesmo foi Edifício Itália;

– No 41º andar do prédio está localizado o Terraço Itália, um dos restaurantes mais tradicionais e chiquetosos da cidade. A vista por lá é de tirar o fôlego;

– A Rainha Elizabeth II visitou o edifício em novembro de 1968;

– A estrutura conta também com o Teatro Itália, lugar escolhido para o lançamento do primeiro álbum da banda Secos & Molhados, em 1973.

Onde: Avenida Ipiranga, 344 – República

+ 10 curiosidades sobre o Edifício Martinelli, o “primeiro gigante” de São Paulo

Tags: história
Guias Secretos