×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Cultura O Que Fazer

Viaduto Santa Ifigênia: patrimônio belga de São Paulo

By Giulia Trecco

viaduto Santa Ifigênia

A emblemática ponte de estilo Art Nouveau foi construída na Bélgica e trazida em partes para a cidade.

Com 225 metros, o viaduto Santa Ifigênia, o segundo viaduto da cidade de São Paulo, foi inaugurado em 26 de julho de 1913. Sua construção serviu para ligar o centro novo ao centro velho, como já fazia o Viaduto do Chá. Na época em que a cidade estava em pleno crescimento, o cruzamento das ruas São Bento e Direta era considerado o “ponto mais embaraçado da cidade”. Assim, a ponte servia para livrar o congestionamento da região.

O viaduto foi construído com 1.100 toneladas de ferro. As peças que compõem o estilo Art Noveau do viaduto vieram da Bélgica. Lá, foram perfuradas e moldadas. Cerca de mil e cem toneladas de estrutura metálica desembarcaram no porto de Santos e chegaram na região pela estrada de ferro São Paulo Railway.

viaduto Santa Ifigênia
Werner Haberkorn/Wikipedia

A execução das montagem ficou a cargo do mestre de obras e carpinteiro alemão Johann Grundt. Em 1913, viaduto Santa Ifigênia foi inaugurado pelo então prefeito Raymundo Duprat, com festa e travessia de bondes e automóveis. Durante mais de 65 anos foi utilizado por pedestres, bondes, ônibus e carros, e veículos de tração animal. Em 1978, foi entregue reformado e reinaugurado como calçadão.

Publicidade

Atualmente, o viaduto é é um dos principais cartões postais da cidade de São Paulo. Ela passa sobre o Vale do Anhangabaú e a avenida Prestes Maia, e ficou conhecido como a região onde os paulistanos encontram diversas lojas e pequenas galerias de produtos eletrônicos.

+ Estação da Luz: arquitetura inglesa no centro de SP

Foto de capa: Reprodução/Alesp

Tags: história