×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Durou pouco! ‘Touro de Ouro’ é retirado pela B3 após decisão da Prefeitura

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | Brasil

touro de ouro retirado
A bolsa do Brasil (B3) retirou na noite desta terça, dia 23, a recém-inaugurada escultura “Touro de Ouro”, instalada em frente à sua sede, no Centro de São Paulo.
O touro de ouro brasileiro havia sido inaugurado na última terça, dia 16, e já recebia críticas assim como a estátua do touro norte-americano de Wall Street em 2011, quando manifestantes criticavam a desigualdade e a corrupção. Por aqui, o touro foi alvo de protestos contra a fome, a miséria e a precarização do trabalho um dia após a sua inauguração.
Além disso, a estátua foi alvo de ação da Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento da prefeitura de São Paulo, órgão que regula e autoriza a implantação esculturas, estátuas, imobiliária urbano, mesmo temporário, na capital paulista. Segundo a pasta, a instalação do touro não foi submetida à Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU), que reúne representantes da sociedade civil, empresários e membros da gestão municipal, que adequam os projetos a Lei Cidade Limpa.

A retirada da obra se deu após a CPPU decidir multar a B3 por falta de licença urbanística do órgão. Segundo a Comissão, a escultura infringia artigos da Lei Cidade Limpa e foi removido por ser considerado uma peça publicitária.

A razão para o argumento foi a menção à empresa de educação financeira ‘Vai Tourinho’, do economista Pablo Spyer (um dos parceiros da B3 na ação).

Publicidade

Notícias