×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Cultura O Que Fazer

8 igrejas históricas para visitar em São Paulo

By Giulia Trecco

Praça da Sé

Esses templos são verdadeiros museus e contam parte da história da cidade.

No mês em que a capital paulista completa 467 anos, nós aproveitamos para descobrir ainda mais sobre ela. Algumas das igrejas históricas de São Paulo têm grande importância na hora de contar os diferentes períodos vividos pela cidade, através da arquitetura de suas construções.

+ Aniversário de São Paulo: conheça a história por trás da data

Além de descobrir um pouco mais sobre o papel da igreja católica na história de São Paulo, a lista serve como inspiração de tour temático. Confira!

Pateo do Collegio

Foi no Pateo do Collegio onde aconteceu a cerimônia oficial de fundação da cidade. Os jesuítas se estabeleceram a fim de catequizar os indígenas da região. São celebradas missas diárias na igreja, ao meio dia. Aos domingos, a missa é celebrada às 10h.

Onde: Praça Pateo do Collegio, 2 – Centro Histórico de São Paulo

pateo do colegio sp
Centro de Tradições Paulistas

Mosteiro de São Bento

A história dos beneditinos em São Paulo começa em 1598. A construção começou a ser levantada a partir de 1600, porém, só em 1922 a construção como conhecemos hoje ficou pronta. Isso porque ela foi sendo alterada no decorrer dos séculos para acompanhar a modernização da cidade.

Onde: Largo de São Bento, s/n – Centro Histórico de São Paulo

Mosteiro de São Bento
Maik Pereira/Wikipedia

Igreja e Convento de São Francisco

Convento de São Francisco foi uma instituição religiosa instalada na vila de São Paulo no Brasil colonial. No século XIX o convento foi convertido em Faculdade de Direito, mas a Igreja São Francisco ainda existe e a construção é tombada pelo CONDEPHAAT.

Onde: Largo São Francisco, 133 – Sé

Igreja São Francisco
Alexandre Moreira/Governo do Estado de São Paulo

Igreja Santo Antônio

A Igreja é um patrimônio histórico do estado. Além de também ser considerada a mais antiga igreja (com exceção do Pateo do Collegio) remanescente da cidade. Sua fundação, de acordo com os documentos, data de 1592.

Onde: Praça do Patriarca, 49 – Centro Histórico de São Paulo

Publicidade

Igreja de Santo Antonio
Wilfredor/Wikipedia

Mosteiro da Luz

O Mosteiro da Luz foi originado a partir de uma capela, construída na era Quinhentista. Foi o Frei Galvão o idealizador desta que é considerada a construção arquitetônica colonial mais importante do século XVIII.

Onde: Avenida Tiradentes, 676 – Luz

Mosteiro da Luz
Carolina de Barros/Wikipedia

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos

Originalmente, a igreja foi construída era localizada na Praça Antônio Prado, onde foi construída entre os anos de 1721 e 1722. Lá, negros e escravos celebravam ritos católicos misturados com crenças de origem banto. Depois, no início do século XX, a igreja foi reconstruída no Largo do Paissandú, sendo inaugurada em 1906.

Onde: Largo Paissandú, s/n – Centro Histórico de São Paulo

Igreja_de_Nossa_Senhora_do_Rosário_dos_Homens_Pretos
Wilfredor/Wikipedia

Basílica Nossa Senhora do Carmo

Segundo a arquidiocese de São Paulo, os Carmelitas começaram a sua fundação em São Paulo no ano de 1594. Nesse ano, o frei Antonio de São Paulo ergueu a pequena igreja que nos séculos seguintes faria parte do complexo do Carmo. Inaugurada em 1934, a igreja é um dos templos do Brasil colonial.

Onde: Rua Martiniano de Carvalho, 114 – Bela Vista

Paróquia-Nossa-Senhora-do-Carmo-Basílica
Arautos do Evangelho.org

Catedral da Sé

A Catedral foi inaugurada no 400º aniversário de fundação da cidade, em 1954. Os restos mortais dos padres jesuítas Manuel da Nóbrega e José de Anchieta estão na cripta da catedral. A construção é considerada como o quarto maior templo neogótico do mundo.

Onde: Praça da Sé, s/n – Sé

Catedral da Sé
Edsonaoki/Wikipedia

Foto de capa: Webysther Nunes/Wikipedia

Veja também: Por que São Paulo tem esse nome?

Tags: história