×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Guias Secretos

Estádio do Morumbi: casa do São Paulo e de todo paulistano

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | São Paulo Secreto

estádio do morumbi

Afinal, contando partidas de futebol e shows internacionais, muita gente já se emocionou ali dentro.

Fã de futebol ou não, quase todo paulistano tem alguma história envolvendo o famoso Estádio do Morumbi. Afinal, que atire a primeira pedra quem nunca se atirou nas grades de proteção para ver seu ídolo musical de perto ou fez a ola enquanto esperava o início de uma partida.

+ Pacaembu: o estádio propositalmente grandioso

Saiba mais sobre o processo que cercou a construção da casa do São Paulo Futebol Clube.

Busca por terreno

A história começa com as ganas do clube paulista de ter um campo próprio. Nos anos 1940, após alugar o Pacaembu e adquirir o Canindé, o São Paulo começou a mirar em um imenso terreno alagado na Vila Mariana, que dali a alguns anos viraria o Parque do Ibirapuera.

As negociações, claro, não seguiram adiante, muito por causa do então vereador Jânio Quadros, que impediu que a prefeitura concedesse a área para o clube.

Assim, o local escolhido acabou sendo no bairro do Morumbi. Ainda em processo de loteamento imobiliário, a região era praticamente desabitada naquela época. Por fim, em 1952, o processo de construção do estádio finalmente pôde sair do papel.

O clube vendeu o Canindé para a Portuguesa de Desportos em 1956, usando parte do dinheiro na compra de materiais de construção. Além disso, houve campanha para vendas de cadeiras cativas no futuro estádio, algo muito bem aceito pelos são-paulinos da época.

Números impressionantes

O projeto do estádio ficou nas mãos do arquiteto João Batista Vilanova Artigas, representante-mor do brutalismo paulista. Na construção, foram usados 280 mil sacos de cimento e 50 mil toneladas de ferro, o suficiente para circundar o planeta duas vezes e meia.

Publicidade

Veja fotos da construção no acervo da Folha de S. Paulo.

Da estreia até a atualidade

O local foi inaugurado ainda inacabado, em 1960. Nascia ali o Estádio Cícero Pompeu de Toledo, nomeado em homenagem ao dirigente esportivo que esteve à frente do time tricolor de 1949 a 1958.

Na ocasião da estreia, 56 mil pessoas se reuniram no Morumbi para assistir à partida entre o São Paulo e o Sporting Club de Portugal, com vitória do clube paulista por 1 a 0.

As obras foram se encerraram somente em 1970, quando o estádio passou a comportar as 120 mil pessoas previstas inicialmente. Duas décadas depois, a capacidade caiu para 85 mil espectadores, por medida de segurança. Hoje em dia, tem autorização para receber até 72 mil visitantes ao mesmo tempo.

Majestoso, o Morumbi ainda detém o título de maior estádio do estado de São Paulo, além de ser uma das principais escolhas para alocar shows internacionais de grande porte. Por ali já passaram artistas e bandas mundialmente renomados como Madonna, Michael Jackson, Queen, Nirvana, Coldplay, Bon Jovi, Foo Fighters, Franz Ferdinand, Pearl Jam e Iron Maiden.

Onde: Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1 – Morumbi

Tags: futebol