×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

Profissionais da educação de SP se cadastraram para receber vacina

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | Brasil

Vacina Já Educação

Imunização começa na próxima segunda, dia 12, para profissionais com no mínimo 47 anos; saiba como efetuar o cadastro.

Lançada no dia 1º de Abril pelo Governo de São Paulo, a plataforma Vacina Já Educação recebe o cadastro dos profissionais das redes estadual, municipais, particulares e federal que podem ser imunizados contra a Covid-19. Desde o lançamento, cerca de 170 mil profissionais já se inscreveram.

A primeira etapa da imunização para a educação terá início na próxima segunda, dia 12, para servidores e funcionários a partir de 47 anos. Poderão ser imunizados profissionais que atuem nas escolas com funções como secretários, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, mediadores, merendeiras, monitores, cuidadores, diretores, vice-diretores. Além de professores de todos os ciclos da educação básica, professores coordenadores pedagógicos e professores temporários.

Para receber a vacina, devem fazer o cadastro no site Vacina Já Educação, com número do CPF, nome completo e e-mail. Em seguida, um email é enviado com a validação do processo. No passo seguinte, é necessário confirmar os dados pessoais e apontar nome da escola, rede de ensino, município e cargo ocupado. Para as redes municipais, particulares e federal também é necessário anexar os holerites dos meses de janeiro e fevereiro.

Na sequência, o cadastro passará por um processo de análise e, se validado, o profissional receberá em seu email o comprovante Vacina Já Educação, este documento terá um QRCode para verificação de autenticidade.

No momento da vacinação, o profissional da educação deverá apresentar:

  • Comprovante Vacina Já Educação;
  • RG;
  • CPF

Casoo usuário não apresente o comprovante, ele não poderá ser imunizado.

Tutorial

A Secretaria Estadual da Educação disponibilizou um vídeo tutorial com o passo a passo para os servidores que atuam na rede estadual de ensino. Ele pode ser acessado nas redes sociais e canal oficial do Youtube da Seduc. Nos próximos dias, a Seduc vai publicar outros dois tutoriais específicos para os profissionais terceirizados e que trabalham na rede privada.

Foto de capa: Agência Brasil/EBC

 

Notícias