×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

São Paulo está de volta a Fase Amarela: o que mudou?

By Giulia Trecco

fase amarela

Apesar de encontra-se atualmente na Fase Amarela do Plano São Paulo, alguns setores da economia estão autorizados a funcionar.

Para reduzir o contágio e evitar pressão sobre o sistema de saúde, todas as regiões do estado retornaram à fase amarela do Plano São Paulo. Até o dia 4 de janeiro, a cidade de São Paulo passa a ter medidas novas de controle sanitário e flexibilização.

A fase amarela do Plano São Paulo não fecha atividades econômicas, mas torna as regras de funcionamento mais rígidas. Estabelecimentos como bares, restaurantes, academias, salões de beleza, shoppings, escritórios, concessionárias e comércios de rua voltam a ter limitações de horário e capacidade de público.

O atendimento presencial em todos os setores fica restrito a dez horas diárias, sequenciais ou fracionadas, e 40% de capacidade. Os estabelecimentos terão que fechar o atendimento local até as 22h. Todos os eventos com público em pé estão proibidos na fase amarela.

As novas regras

Shoppings e comércio de rua

  • Limitada à 40% da capacidade;
  • Funcionamento por 12 horas por dia;
  • Entrada controlada por funcionários treinados;

Bares e restaurantes

  • Limitada à 40% da capacidade;
  • Funcionamento de 6 horas por dia (bares até às 20h, enquanto restaurantes até às 22h);
  • Distância de 2 metros entre as mesas e de 1,5 metro entre as pessoas;
  • Máximo de 6 pessoas por mesa;
  • Proibição de consumo nas calçadas;

Salões de beleza

  • Limitada à 40% da capacidade;
  • Distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas;
  • Atendimento apenas com agendamento prévio;
  • Cliente nunca deve ser atendido por mais de um profissional simultaneamente;

Parques

Publicidade

  • Limitada à 40% da capacidade;
  • Distanciamento social mínimo de 2 metros entre as pessoas;
  • Funcionamento exclusivo de segunda a sexta;
  • Proibido uso de bebedouros e chuveiros;

Academias

  • Limitada à 30% da capacidade;
  • Funcionamento por 6 horas por dia;
  • Entrada com agendamento prévio;
  • Equipamentos devem ser limpos ao menos 3 vezes ao dia;

E os museus e atividades culturais?

De acordo com o Plano São Paulo, cinemas, teatros e museus podem permanecer abertos na Fase Amarela. Segundo o governador, João Doria, as prefeituras terão autonomia de decidir o que e quando deve reabrir estabelecimentos do setor cultural.