×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...

“Round 6”: quais seriam os jogos se a série fosse brasileira?

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | Brasil

round 6 no brasil

“Round 6” é a série mais vista da história da Netflix, mas já pensou quais seriam os jogos se a série fosse brasileira? 🪀🥌

“Round 6” é a série da Netflix mais vista do planeta, sendo, segundo a revista Forbes, a mais vista em 90 países à volta do mundo, onde se inclui, claro, Brasil.

A série sul-coreana parte de uma premissa, no mínimo original: conta a história de um grupo de pessoas (456) endividadas que são convidadas, por uma organização secreta, a entrar numa competição onde devem participar em conhecidos jogos tradicionais infantis.

Se ultrapassarem todos os desafios levam para casa uma quantia absurda de dinheiro; se perderem, bem, não podemos contar.

Squid Game netflix
@netflix

Levando em conta essa sinopse, pensamos: e se esta série fosse filmada no Brasil? Quais jogos seriam escolhidos?

Amarelinha, queimada, morto-vivo, e várias outras podiam muito bem fazer parte dos leque de jogos desta primeira temporada de “Round 6” (ao que parece, podemos aguardar uma segunda temporada).

Escolhemos alguns jogos que com certeza você já jogou na infância. Quais deixamos de fora e seriam uma ótima pedida para essa versão brasileira da série?

Morto-vivo

Só pelo nome, a brincadeira se encaixaria perfeitamente na série. Quem já assistiu pode até imaginar a boneca gigante do jogo Macaquinho Chinês como líder. No Morto-vivo, em vez de dizer: “Um, dois, três macaquinho chinês”, ela teria apenas que ter sua frase alterada para: “Morto” ou “Vivo”.

O jogo é simples, quando o líder diz: ‘Morto!’, todos os participantes se abaixam. Quando o líder diz: ‘Vivo’, todos devem ficar em pé. Quem não cumprir ou errar o comando é eliminado. Claro que parece fácil, mas a velocidade e a ordem dos comandos definem o grau de dificuldade da brincadeira.

Amarelinha

Este é o jogo ideal para jogar na rua e a única coisa necessária é pedaço de giz. Depois de desenhar o percurso da Amarelinha, deve atirar o giz para cada uma das casas e fazer todo o percurso saltando com um pé só até chegar ao último número. Na volta, também saltando com um pé só, o jogador apanha a pedra e regressa ao ponto de partida.

Perde quem deixar a pedra cair fora do desenho, o que faz com que o jogo comece fácil e termine com pouquíssimos vencedores.

Publicidade

Queimada

Neste jogo, dois times se dividem em uma quadra, onde além da divisão entre os times, há também uma área onde ficam os ‘prisioneiros’. O objetivo do jogo é lançar a bola ao time adversário ‘queimando’ cada um dos jogadores. Vence o time que tiver o máximo de prisioneiros.

É claro que na versão de “Round 6” as regras poderiam ser ainda mais violentas. O que acha?

Rouba-bandeira

Neste jogo, cada grupo de jogadores tem a sua bandeira (ou outro objeto) colocada ao fundo de campo. Ganha quem conseguir roubar a bandeira adversária levando-a para o seu lado.

A dificuldade é que os jogadores podem ser imobilizados pela equipa adversária se forem tocados, podendo voltar ao jogo assim que forem salvos por outro membro da sua equipa.

Cabra-cega

Para jogar este jogo é apenas necessária uma venda para tapar os olhos. Não há limite de jogadores e começa quando todos rodam à volta do participante que está de olhos vendados, sendo também ele girado sobre si durante três voltas.

Depois, os restantes participantes começam a fugir dentro de uma área delineada e, sempre que alguém for apanhado e for descoberta a identidade, passa este participante a ser a Cabra-Cega.

Barra-manteiga

Aqui, os jogadores também são divididos em dois times. Cada equipe fica enfileirada atrás de uma linha com um espaço (que pode variar de acordo com a dificuldade) entre os times. Todos os jogadores ficam com o braço esticado e a palma da mão virada para cima. 

A cada rodada, um representante de uma das equipes vai ao outro lado e passa a mão sobre cada um dos jogadores (daí o nome) até que, a qualquer momento, ele deve bater na palma de um deles e correr de volta para a sua equipe. Se for pego ao meio do caminho, deve passar a integrar o time adversário. Vence a equipe com mais jogadores no final do tempo. 

Cultura