×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

Morre o ator e humorista Paulo Gustavo, mais uma vítima da Covid-19

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | São Paulo Secreto

Paulo Gustavo

Internado desde 13 de março, o ator não resistiu às complicações da doença.

O ator e humorista brasileiro Paulo Gustavo morreu nesta terça, dia 04, aos 42 anos, por complicações da Covid-19. Depois de ficar internado por quase dois meses e recorrer, inclusive, a um pulmão artificial, ele sofreu uma embolia pulmonar no último domingo e não resistiu.

+ 10 comédias brasileiras para se divertir em casa

Histórico

Paulo Gustavo era dos humoristas mais aclamados do Brasil, ganhando fama com a peça “Minha Mãe é uma Peça”. Adaptada para os cinemas em 2013, a história ganhou mais duas sequências, sendo que o terceiro filme tornou-se o maior êxito de bilheteira da história do cinema brasileiro, ao arrecadar 143,9 milhões de reais.

No fim do ano, Paulo Gustavo apresentou o “220 Volts – Especial de Fim de Ano” na Rede Globo. Durante o programa, o humorista deixou uma mensagem de esperança para 2021 e ressaltou a importância do humor em tempos como o que estamos vivendo, para deixar “tudo mais leve”.  O vídeo, publicado nas redes sociais do ator, deixa em sua mensagem final o lembrete de que “enquanto essa vacina tão esperada não chega para todo o mundo, é bom lembrar que contra o preconceito, a intolerância, a mentira e a tristeza já existe vacina, que é o afeto e o amor”.

Publicidade

Apesar da morte precoce, Paulo Gustavo deixou a sua marca no humor nacional. Seu talento e personalidade serão sempre lembrados, como mostram as homenagens feitas por personalidades de todo o país. O seu marido, Thales Bretas, deixou uma mensagem emocionada e agradeceu o carinho dos fãs, que torceram pela recuperação do ator até o fim.

Também o humorista Marcus Majella, um dos melhores amigos de Paulo Gustavo, utilizou o seu perfil para homenagear o parceiro de palcos.

Foto de capa: Divulgação/Globo Filmes