×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Guias Secretos

Moema: conheça o poema trágico por trás do nome do bairro

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | São Paulo Secreto

moema bairro

Obra escrita em 1781 narra história de amor e sofrimento.

Tatuapé, Sapopemba, Anhangabaú, Aricanduva, Cambuci… São Paulo está cheio de bairros e distritos batizados com palavras de origens indígenas. Isso acontece também com Moema, cujo nome remete a uma personagem do clássico poema “Caramuru”, escrito em 1781 por Santa Rita Durão.

+ 11 lugares imperdíveis na Zona Sul

O poema

Na obra, Moema é uma índia tupinambá que vive em uma aldeia onde hoje é a Bahia, em época próxima à chegada dos primeiros portugueses ao Brasil. A personagem está sempre acompanhada de sua irmã, Paraguaçu.

Certo dia, as duas conhecem um português chamado Diogo Álvares Correia, a quem elas dão o apelido Caramuru. O jovem se apaixona e se casa com Paraguaçu, ao mesmo tempo que mantém relações sexuais também com a cunhada.

Moema acaba se apaixonando pelo marido da irmã, e eles acabam vivendo um triângulo amoroso por anos. Porém, depois de muito negociar pau-brasil, Diogo e Paraguaçu decidem se mudar para a França.

Publicidade

Ao ver o navio partir com sua irmã e o amor da sua vida, Moema e outras índias tentam seguir a embarcação, e ela acaba por morrer afogada.

Amor de mentira

A trágica história, por sua vez, utiliza o tupi antigo para nomear a mocinha: mo’ema significa “mentira”, uma alusão ao amor falso que Moema, a amante, recebia de Caramuru. Enquanto isso, o sentimento verdadeiro era depositado por completo em Paraguaçu, a verdadeira esposa.

 

Tags: história