×

TIPO EM SUA PESQUISA E PRESSIONE ENTER

Carregando...
Notícias

CoronaVac chega à fase final de testes

Giulia Trecco Giulia Trecco - Editora | São Paulo Secreto

coronavac teste final

Governo de São Paulo acredita que a imunização no estado pode começar já em janeiro de 2021.

Nesta segunda, dia 23, o Governo de São Paulo e o Instituto Butantan confirmaram que o estudo clínico da CoronaVac chegou à fase final e os resultados sairão já na primeira semana de dezembro. A previsão é que as 46 milhões de doses estejam disponíveis no Brasil até janeiro de 2021.

De acordo com as informações oficiais, isso será possível porque o estudo clínico alcançou o patamar necessário para abertura da pesquisa e análise da eficácia da vacina. Até o momento, 74 voluntários se infectaram, número superior ao mínimo requerido para esta etapa, que previa ao menos 61 participantes contaminados.

Os testes no Brasil estão sendo coordenados desde julho pelo Butantan em 16 centros de pesquisa científica espalhados em sete estados brasileiros e no Distrito Federal. Na última semana, o primeiro lote com 120 mil doses chegou a São Paulo, tornando o Brasil o primeiro país da América Latina a receber uma vacina contra o coronavírus. A expectativa é de que a vacina comece a ser distribuída em janeiro.

Publicidade

Veja também: Vacina contra Covid-19 deve ser obrigatória em SP

A vacina do Butantan é considerada uma das mais promissoras em comparação a outros imunizantes em fase de testes. Na última terça (17), os resultados da fase anterior de estudos clínicos da Coronavac foram publicados pela revista científica Lancet, uma das mais importantes do mundo. A publicação mostrou que a vacina é segura e tem capacidade de produzir resposta imune no organismo 28 dias após sua aplicação em 97% dos casos.

Foto de capa: Chokniti Khongchum